Quanto de Imposto eu vou pagar sobre a minha Nota Fiscal?

Quanto de Imposto eu vou pagar sobre a minha Nota Fiscal?

03 jul Quanto de Imposto eu vou pagar sobre a minha Nota Fiscal?

Quanto de Imposto eu vou pagar sobre a minha Nota Fiscal?

Em outro artigo eu mostrei em detalhes quais os impostos que incidem sobre as clínicas médicas. Neste vou lhe mostrar detalhadamente os percentuais dos impostos que você irá pagar sobre sua nota fiscal.

Antes de adentrar no assunto preciso que você entenda alguns conceitos de Contabilidade que são essenciais para o entendimento da aplicação das alíquotas que iremos tratar aqui.

 

Volto a dizer que é muito importante que você enquanto gestor ou proprietário de uma clínica médica conheça estes conceitos.

Não para dispensar o contador, como dissemos isto é impossível, mas sim para conhecer o seu negócio e abrir os olhos para problemas ou possibilidades.

Quanto de Imposto eu vou pagar sobre a minha Nota Fiscal

Alguns Conceitos Básicos:

Para entender quanto você irá pagar de imposto sobre a nota fiscal, primeiro precisa descobrir qual a forma de tributação que sua empresa foi constituída.

Não vamos adentrar em conceitos aprofundados, vamos falar apenas de duas:

O Lucro Presumido: Esta modalidade de tributação é a mais comum entre as clínicas médicas em todo o Brasil.

Consiste basicamente em presumir que sua receita tributável seja fixada em um percentual estabelecido pela Lei.

Em regra geral a Lei entende que 32% de todo o valor do seu faturamento (soma das notas fiscais) corresponde ao seu Lucro.

Vamos exemplificar:

Suponhamos que ao final do mês você emitiu de notas fiscais exatos R$ 100.000,00. A base para aplicar os percentuais dos tributos será de R$ 32.000,00 (ou seja, trinta e dois por cento de cem mil).

Com base neste valor vamos aplicas as alíquotas dos impostos. Para as empresas em geral as alíquotas dos tributos que você já conhece são respectivamente IRPJ: 15%; CSLL: 9%; PIS: 065%; COFIN: 3%, ISS: Conforme determinação do município.

Porém temos um detalhe importante:

Algumas Clínicas Médicas possuem um benefício tributário dado pela Lei 9.249/95.

Quanto de Imposto eu vou pagar sobre a minha Nota Fiscal1

O Governo Federal entendeu que dada a grande relevância e importância que os serviços prestados por Clínicas Médicas têm para a sociedade, seria justo que elas tivessem sua carga tributária reduzida.

Sendo assim, a Lei determinou que ao invés de utilizar-se a base de cálculo de 32% como citamos anteriormente as Clínicas Médicas gozassem do seguinte benefício:

A Base de Cálculo para aplicação das alíquotas será de 8% para o IRPJ e 12% para a CSLL.

Isso gera uma economia de quase 8% em sua carga tributária.

Vamos traduzir estes percentuais em exemplos:

 

 

Seguindo o exemplo do faturamento de R$ 100.000,00 temos:

Tributação Normal (32%)

Tributação com Redução Lei 9.249/95

IRPJ

4.800,00 IRPJ 1.200,00

CSLL

2.880,00 CSLL 1.080,00
PIS 208,00 PIS

208,00

COFINS 960,00 COFINS

960,00

TOTAL 8.848,00 TOTAL

3.448,00

Exemplificando o cálculo temos: 100.000,00 x 32% = 32.000,00 – na primeira tabela todos os percentuais foram aplicados tomando como base este valor.

Na segunda tabela temos: 100.000 x 8% (Lei 9.249/95) = 8.000,00 – Base de Cálculo do IRPJ e 100.000,00 x 12% (Lei 9.249/95) = 12.000,00 – Base de Cálculo da CSLL

Consegue perceber o impacto que uma simples mudança na base de cálculo reflete consideravelmente no cálculo do seu imposto?

Consulte o seu contador hoje mesmo, e caso você não esteja neste formato de tributação, veja a possibilidade de começar a utiliza os benefícios da Lei.

Vamos agora tratar de outra modalidade de tributação não muito utilizada pelas clínicas médicas no Brasil.

O Lucro Real: É uma forma de tributação onde as alíquotas são aplicadas sobre uma base de cálculo que nada mais é que o resultado da operação das suas receitas (notas emitidas) menos as despesas.

Sobre o resultado desta operação são aplicados os seguintes percentuais: IRPJ: 15%; CSLL: 9%; PIS: 3%; COFINS: 7,5%; ISS: (Variável de acordo com cada município).

O Lucro Real pode ser bastante interessante caso as suas despesas sejam elevadas. Para a escolha por esta modalidade de tributação você deverá fazer uma ampla análise de receitas e despesas junto do seu Contador.

O SIMPLES NACIONAL e os cuidados que você deve ter.

A partir de Janeiro de 2015 o Governo Federal incluiu uma série de novas atividades ao SIMPLES NACIONAL.

Juntamente com estas, os serviços médicos diversos foram incluídos como atividades possíveis de opção pelo SIMPLES, o que foi comemorado pelos contadores e empresários ao redor do Brasil.

Porém, temos que ter atenção a um detalhe importante. Dependendo do seu faturamento acumulado dos últimos 12 meses, o SIMPLES pode ser uma alternativa bem mais cara que o Lucro Presumido.

Isto porque, para as empresas que faturam até 180.000,00 acumulados dos últimos 12 meses, a alíquota do imposto é de 16,93% e com base no que você aprendeu sobre o Lucro Presumido, nesta última somando todos os valores pagos teríamos aproximadamente 14,48% (+ o ISS) sem a redução da Lei e 6.68% (+ o ISS) com a redução.

Sendo assim, você deve avaliar bem as vantagens de optar pelo SIMPLES NACIONAL. Em muitos casos é mais vantajoso permanecer no Lucro presumido, mesmo sem a opção da Lei 9.249/95.

Quanto de Imposto eu vou pagar sobre a minha Nota Fiscal?

Um Aviso Importante:

Tudo isto que nós tratamos neste artigo é apenas um apanhado geral. É SEMPRE fundamental que você consulte o seu contador, e com base nestas informações verifique qual a melhor opção para a sua Clínica Médica.

 

Conheça a Real Assessoria! 

Nenhum Comentário

Postar um comentário